Edição 005 • 24/07/2024 06:59

NAS REDES

O que acontece se eu não fizer Planejamento Patrimonial?

Aqui estão alguns pontos importantes do que pode acontecer caso não seja feito o planejamento patrimonial:

O patrimônio pode ser distribuído de forma desigual ou conflitante sobre em herança, gerando possíveis litígios entre herdeiros.
Não foi possível evitar a dupla tributação no caso de heranças e doações, onerando desnecessariamente o espólio.
Os bens acabam mal geridos ou dilapidados caso não haja diretrizes de sucessão empresarial definidas.
Os dependentes e a família podem ter dificuldades financeiras caso não garantam reservas de capital e seguros patrimoniais.
O patrimônio ficará sujeito às regras obrigatórias da Lei de Sucessões, o que pode ir contra os reais desejos do titular.
Haverá maior burocracia e custos na partilha e inventário judicial caso seja necessário recorrer à justiça.
A segurança jurídica dos bens e das pessoas fica comprometida na ausência de instrumentos como testamentos, inventários e trustes.


Pode haver prejuízos financeiros com a incidência de impostos mais altos ou pela falta de planejamento tributário sucessório.
Portanto, o planejamento patrimonial é essencial para evitar problemas no futuro.